0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

“Quase metade da população não tem o [ensino] fundamental completo, mais de 13 milhões de jovens no Brasil são analfabetos. É fácil virar insano quando não se tem ensino. É fácil julgar o menino e pedir que a pena dobre, ainda mais quando se descobre que é quase sempre preto e pobre”. Foi o que declamou a jovem Sarah Andrade, integrante do Sarau dos Mesquiteiros, durante o I Encontro Internacional de Políticas Públicas: Território Leitor, realizado em Brasília entre os dias 30 de novembro e 4 de dezembro deste ano.

O Sarau dos Mesquiteiros é um projeto realizado há quase 10 anos em São Paulo com foco na literatura marginal e tendo como modelo os saraus das periferias. O grupo realiza várias ações regularmente, dentre elas as oficinas semanais de prosa e poesia, encontros literários, publicações de livros, concursos literários e bolsas de estudos para jovens e adolescentes.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Porque as bibliotecas importam

Próximo post

Museu do Amanhã no Rio é inaugurado enquanto 12 museus da cidade permanecem fechados

Sem comentários

Deixe uma resposta