Tag de Posts

livro

A ação cultural “Adote um livro e transforme-se” dá livros novos e usados em ações nas vias públicas de bairros afastados dos centros comerciais da cidade de São Paulo. A equipe de voluntários, liderada pela bibliotecária e criadora do projeto Grazielli de Moraes, coleta doações de livros junto a amigos, desconhecidos, empresas e a todos que tiverem interesse em disseminar a leitura.

Enquanto a segunda década do século XXI é marcada pela forte presença da imagem e da tecnologia no dia a dia da sociedade contemporânea, que influencia diretamente a comunicação e a literatura, os adultos passam a redescobrir uma atividade realizada na infância: a arte de colorir. As editoras passam a investir nesse novo nicho de mercado, além, é claro, da indústria de material para colorir como, por exemplo, lápis de cor, lápis cera, lápis pastel, hidrocor, canetinhas de gel e tintas.

Os dispositivos portáteis mudaram a nossa forma de interagir com o mundo. Seja na agilidade com que informações são espalhadas ou na facilidade de se compartilhar fotos e vídeos pela rede. Mas as mudanças vão muito além disso, esbarrando inclusive na forma de consumir informação. Muita gente utiliza dispositivos exclusivos para a leitura de livros digitais, os chamados e-readers, ou então empregam tablets e smartphones para o mesmo fim.

Quando o livro toma as ruas, os becos e as praças da cidade

Por Geo Comunicação. O Governo alemão convidou três editores independentes do Brasil para a Feira de Frankfurt, maior feira do livro do mundo, que acontece de 14 a 18 de outubro. Raquel Menezes, …

Segundo romance de Sapphire, “O garoto” é protagonizado pelo filho mais novo de Precious, Abdul. Logo nas primeiras páginas, os fãs do primeiro livro e do filme descobrem o destino de Precious: embora tenha conseguido se libertar da família e educar os filhos, ela morre em decorrência da Aids, que havia contraído do pai.

O Pequeno Príncipe é uma fábula que conta a história de um principezinho cheio de ensinamentos. Foi escrito pelo autor francês Antoine de Saint-Exupéry em 1943.

Ele fala à Biblioo durante o IV Fórum Brasileiro de Bibliotecas Públicas

Conhecida por todo o globo terrestre como a mais famosa “Rainha do Crime”, a inglesa Agatha Christie aposta no sobrenatural para compor os contos de “O Cão da Morte” (original The Hound of Death, tradução de Alessandro Zir, editora L&PM, 2013, págs. 256). A coletânea traz doze contos que envolvem espíritos, metafísica, misticismo, magia e o temido “rastro da morte”. Agatha deixa de concentrar sua narrativa no famoso lead jornalístico do “o que? quem? quando? onde? como? por quê?” para perscrutar a alma e todos os enigmas que separam o mundo humano de outras dimensões.

Lançada em 1956 pelo antigo Instituto Nacional do Livro, a Revista do Livro da Biblioteca Nacional contou com nomes expressivos da inteligência brasileira em suas páginas, como Carlos Drummond de Andrade, Alexandre Eulálio e Augusto Meyer. Agora, em 2015, ela volta a circular, depois de intervalo de cinco anos. A retomada da revista coincide com a mudança no papel das bibliotecas, a partir da digitalização da informação e da internet. O futuro das bibliotecas no mundo digital é o principal tema desta edição.