0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Do site da Secretária de Cultura do Estado do Rio

A Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC-RJ), através  da Coordenadoria de Diversidade Cultural, lança na segunda-feira, 10 de agosto, o Prêmio de Cultura Afro-Fluminense 2015, que premiará 32 iniciativas culturais diretamente relacionadas à temática afro-brasileira com o valor de R$ 21.000 cada. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de setembro. O edital será lançando em clima de festa e celebração no Terreiro Mãe Meninazinha de Oxum Ilê Omulu Oxum, em São João de Meriti, das 11h às 15h, e contará com apresentações do grupo Filhas e Filhos de Gandhi e também do bloco Afro Ojuobá Axé.

O recurso total deste edital é de R$ 777.800 e foi disponibilizado por meio do convênio firmado entre a União, representado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), e o Governo do Rio de Janeiro, representado pela SEC. O deputado Federal Jean Wyllys (PSOL) estará presente no evento. O deputado foi responsável pela aprovação de R$ 700.000 do valor integral do edital por meio da emenda que possibilitou o convênio com o Governo Federal.

O edital irá premiar inciativas culturais de instituições privadas sem fins lucrativos, sediadas no Estado do Rio de Janeiro, atuantes no campo da cultura fluminense há pelo menos três anos. Estas instituições devem ter produzido atividades culturais tais como mostras, feiras, celebrações, festivais, exposições, saraus, desfiles, cortejos, práticas de cultivo de ervas e plantas medicinais, artes cênicas, rodas, memória e oralidade, oficinas, entre outras atividades.

Esta primeira edição do Prêmio contribuirá para a preservação da memória e do patrimônio imaterial dos povos e comunidades tradicionais de matriz africana, como quilombos e terreiros, e também de grupos artístico-culturais que mantém as tradições dos afoxés, da capoeira, dos calangos, das folias de reis, do jongo etc. Como critérios de seleção serão analisados o histórico do proponente, a tradição da instituição no território e a contribuição para manutenção e renovação das manifestações culturais com as quais se relaciona, além do impacto sociocultural das ações do projeto no contexto local.

 

Informações:

Horário: das 11h às 15h

Endereço: Rua General Olímpio da Fonseca, 680, São Mateus, São João de Meriti.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Volnei Canonica, novo diretor da DLLLB

Próximo post

Governo do Acre estuda possibilidade de biblioteca funcionar 24 horas

Sem comentários

Deixe uma resposta