0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por upprj.com.

Moradores catalogaram livros e foram formados como agentes de leitura. Foto: upprj.com.
Moradores catalogaram livros e foram formados como agentes de leitura. Foto: upprj.com.

A comunidade Santa Marta, [no Rio de Janeiro], conta, agora, com uma sala de leitura e um acervo de cerca de mil livros à disposição dos moradores. A inauguração da Sala de Leitura Antônio Torres, neste sábado, dia 27 de setembro, contou com a presença do próprio homenageado, escritor e jornalista detentor de uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Antônio Torres conversou com moradores e distribuiu autógrafos.

A ideia é oferecer à comunidade livros para crianças, jovens e adultos, abrangendo diversas áreas de interesse: Literatura Brasileira, Literatura Estrangeira, Literatura Infantojuvenil, Ciências Sociais, História, Desenvolvimento Pessoal, Artes, Filosofia e Esporte. O morador que não só quiser ler seu livro na sala de leituras também poderá, através de cadastro, levar livros para ler em casa.

Para o funcionamento da biblioteca, foram formados “agentes de leitura”, moradores da comunidade que participaram de workshops, foram responsáveis pela organização do acervo e continuarão participando ativamente no dia a dia da biblioteca. Uma das agentes é a moradora Salete Martins, que ressaltou a importância dessa nova conquista para a comunidade.

“É um projeto inovador uma biblioteca dessa que dá todo o suporte ao morador e mostra ao jovem um mundo além da internet. Tem tanta coisa nos livros que eles nunca vão encontrar no computador, que só essa viagem pela leitura pode proporcionar. Me sinto feliz por ter feito pouquinho parte disso. Essa biblioteca é nossa, da comunidade”, afirmou [morador da comunidade].

[…]

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Mafalda faz 50 anos

Próximo post

Bibliotecária leva a "magia" dos livros para idosos

Sem comentários

Deixe uma resposta