0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Da Agência Brasil

A prefeitura do Rio de Janeiro lançou hoje (14) o projeto Ocupa Escola, que transformará 11 escolas municipais em espaços públicos de cultura para professores, estudantes e sociedade. O projeto é resultado de uma parceria entre as secretarias municipais de Educação e Cultura e uma organização não governamental (ONG) ligada a práticas educativas.

O evento ocorreu em uma das escolas que receberão o projeto, localizada no bairro de Ricardo de Albuquerque, zona norte da cidade. A iniciativa também percorrerá outras três unidades educacionais da zona oeste, seis da zona norte e uma do centro.

De acordo com o prefeito Eduardo Paes, as unidades selecionadas estão situadas em áreas de risco social e com reduzido acesso à cultura. “Aqui em Ricardo de Albuquerque não há nenhum equipamento de cultura consolidado. Então, por que não usarmos as escolas para isso?”

Prefeito Eduardo Paes apresenta novo modelo de classificação dos estágios operacionais da cidade para alertar os órgãos e a população sobre situações de risco em consequência de fortes chuvas (Tomaz Silva/Agência Brasil)

As escolas que receberem o projeto terão programação artística gratuita a cada 15 dias, incluindo peças teatrais e exposições, e também serão transformados em espaços para residência artística de grupos locais que, em contrapartida, ministrarão oficinas para os alunos.

O prefeito comentou o anúncio da terça-feira (12), quando foi decidido o fechamento da Casa Daros, na zona sul, um dos centros culturais mais importantes do Rio.

O encerramento das atividades da Casa Daros está marcado para o fim do ano. A instituição faz parte da Daros Latinamerica, que abriga uma das maiores coleções voltadas para arte contemporânea da América Latina.

“Ontem (13) de manhã, eu e o secretário de Cultura, Marcelo Calero, nos reunimos com o diretor da Casa Daros. Ela é uma conquista da cidade, um equipamento de cultura fantástico e não queremos que saia daqui. A prefeitura está disposta a entrar como copatrocinadora para manter abertas as portas da instituição abertas”, acrescentou Eduardo Paes.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Festa Literária de Paraty 2015

Próximo post

FLIST 2015

Sem comentários

Deixe uma resposta