1
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Assessoria de Comunicação do CDI-Bibliotecas

A Secretaria Municipal de Cultura abriu ao público, no dia 29 de março, a Biblioteca Popular Anitta Porto Martins, no Rio Comprido. Com 320 metros  quadrados distribuídos por dois andares, a nova biblioteca conta com acervo de cerca de três mil exemplares e vai funcionar em imóvel totalmente reformado e cedido em comodato pelo empresário Aloysio Maria Teixeira Filho.

bibAmanhaRioComprido

Dependências da biblioteca do Amanhã / Foto: Divulgação

A Biblioteca Popular Anitta Porto Martins é a primeira do projeto Bibliotecas do Amanhã, que, com o patrocínio do Itaú, da Universidade Estácio e do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, busca aprofundar as políticas de incentivo ao hábito de leitura. As Bibliotecas do Amanhã contam, ainda, com parceria do Comitê de Democratização de Informática (CDI) e realização da Korporativa Marketing Cultural e da Cultivar Cultural.

A unidade do Rio Comprido fica na Rua Sampaio Viana, 357, próximo à Avenida Paulo de Frontin. O nome é uma homenagem à avó de Aloysio Maria Teixeira Filho, antiga moradora do bairro. “Ela era uma apaixonada pelo Rio Comprido e uma grande contadora de histórias”, conta Aloysio. Com rampa para cadeirante, elevador e banheiro adaptado, a Biblioteca Popular Anitta Porto Martins é acessível para pessoas com deficiência. Até o fim do ano, o projeto das Bibliotecas do Amanhã chega às unidades da Tijuca e do Irajá.

Cerca de metade do acervo é destinada ao público jovem. Além de sala de leitura e espaço para realização de contação de histórias, oficinas e palestras, a primeira Biblioteca do Amanhã oferece ao público terminais para acesso à internet e tablets para leitura de livros digitais. “A Biblioteca do Amanhã representa uma nova fase das bibliotecas populares da nossa rede, mais atraentes e abertas à comunidade”, explica o Secretário Municipal de Cultura, Marcelo Calero.

bibAmanhaRioComprido4

Espaço de contação de histórias / Foto: Divulgação

Em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, o CDI contribuirá com a construção do plano educativo do programa Bibliotecas do Amanhã e com a grade de atividades sócio-culturais desses espaços. Na futura programação, estão previstos cursos e webinars, workshops, games interativos, desafios sociais e outras atividades variadas com temas que integram educação, cultura e tecnologia.

bibAmanhaRioComprido5

Cerimônia de inauguração da biblioteca do Amanhã / Foto: Divulgação

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Polêmica sobre questões de gênero pode deixar alunos do Recife sem livros

Próximo post

Ocupa Mendes

Sem comentários

Deixe uma resposta