0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

O educador e filósofo brasileiro Paulo Freire completaria 92 anos nesta quinta-feira (19). Freire nasceu em Recife (PE) em 1921 e faleceu em 02 de maio de 1997. Foi reconhecido internacionalmente, ao propor ideias e práticas que resultaram no que hoje conhecemos como “educação popular”, além disso, é considerado o patrono da educação brasileira.

O pensamento de Paulo Freire consolidou-se na prática de uma educação libertadora, em que parte da conscientização do individuo a partir de sua posição no mundo, levando o aluno a refletir sobre a sua condição e o seu papel na sociedade.

Nesta quinta-feira, além da data de aniversário de um dos maiores pensadores da educação brasileira, também estamos completando um mês e onze dias de greve dos professores da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro. As autoridades responsáveis pela educação carioca deveriam ler e estudar as obras e o pensamento defendido por Paulo Freire. A leitura do legado de Freire é uma excelente oportunidade de refletir a prática e a situação da educação brasileira. Afinal de contas não só de gabinetes deveria ser a vida profissional do secretariado de educação da cidade maravilhosa.

Nesses 92 anos de Paulo Freire, as suas palavras são atuais e pontuais:

cropped-untitled-1kk

“… a luta em favor do respeito aos educadores e á educação inclui que a briga por salários menos imorais é um dever irrecusável e não só um direito deles.  Luta dos professores em defesa dos direitos e de sua dignidade deve ser entendida como um momento importante de sua prática docente, enquanto prática ética. Não é algo que vem de fora da atividade docente, mas algo que dela faz parte”. (Paulo Freire, 1921-1997).

 

 

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Bienal do livro para quem?

Próximo post

Câmara Brasileira do Livro divulga finalistas do Prêmio Jabuti 2013

Sem comentários

Deixe uma resposta