0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Vladimir Platonow da Agência Brasil

Estudantes decidiram manter, nesta segunda-feira (6), a ocupação do prédio da Secretaria Estadual de Educação (Seeduc), após o fracasso de reunião com o secretário Wagner Victer, durante a tarde. Sob vaias de estudantes e professores que estavam do lado de fora, Victer deixou o prédio por volta das 16h e, com a ajuda de policiais militares, conseguiu entrar em um carro e sair do local.

Representantes dos alunos alegam que a reunião foi suspensa pela recusa do governo em permitir a entrada no prédio dos alunos que estão do lado de fora.

A procuradora do Ministério Público Anna Maria Di Masi, que acompanhou a tentativa de reunião, disse que não havia clima entre as partes para prosseguir com o encontro.

Os estudantes querem melhorias na infraestrutura das escolas, votação universal para diretores e mais passes de ônibus, entre outras reivindicações.

Soldados da Polícia Militar cercam o prédio e não deixam ninguém entrar. Os estudantes, que ocupam o prédio há uma semana, disseram que a água foi cortada no imóvel, que fica no bairro de Santo Cristo, na região portuária.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Os olhares ficcionais sobre a África em debate na ABL

Próximo post

Retratos da Leitura no Brasil 2015: crescemos? Estamos lendo mais?

Sem comentários

Deixe uma resposta