0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Ernesto Spinak, do SciELO em Perspectiva 

Are elite journals declining?¹ é o título provocativo com que acaba de ser publicado em abril passado um artigo no Journal of the Association for Information Science and Technology (JASIST), 65(4): 649-55, por Vincent Larivière, George A. Lozano, e Yves Gingras, da Université de Montréal, Canadá. O artigo foi publicado previamente em acesso aberto no repositório arXiv.org, em novembro de 2013.

Para os leitores de SciELO em Perspectiva Vincent Larivière é um nome familiar, já que participou na Conferencia SciELO 15 Anos com uma apresentação, e também foi publicada uma entrevista² sua em SciELO em Perspectiva em agosto do ano passado.

Vejamos o que entendem Larivière e seus colegas pelo conceito de “declínio dos periódicos de elite e então apresentaremos algumas opiniões que foram ouvidas nas semanas seguintes pelos pesquisadores que discutem no blog de ResearchGate.

Larivière indica que as revistas tradicionais de elite vêm crescendo em importância ao longo das últimas décadas, em particular nos últimos 20 anos. Para que um artigo publicado se encontre no seleto grupo dos 5% mais citados é necessário que este artigo obtenha o dobro de citações do que eram necessárias 40 anos atrás. Entretanto, porém, apesar de que os periódicos de elite desde os anos ‘90s cresceram em quantidade de artigos, estes periódicos de elite cada vez publicam menor percentual do que este seleto grupo de 5%, especialmente os periódicos Nature e Science.

O surgimento da publicação na Internet deslocou a ênfase do periódico científico em direção ao artigo individual, pois a relação entre o fator de impacto dos periódicos e as citações aos trabalhos que nelas são publicados foi sendo progressivamente debilitado nos últimos 20 anos. Isso surge de uma análise feita pelo grupo de Larivière com 29 milhões de artigos e 800 milhões de citações de 1970 a 2012 provenientes da WoS.

Entre vários resultados deste experimento destacam-se que os sete periódicos considerados de elite (Cell, Journal of the American Medical Association, Lancet, Nature, New England Journal of Medicine, Proceedings of the National Academy of Science, e Science), se bem que tenham crescido em quantidade de artigos publicados, a proporção do total dos mais citados é menor que há 20 anos atrás. A conclusão é que a literatura mais importante hoje em dia é publicada em um leque cada vez maior de fontes. A idade digital fez com que os autores sejam mais independentes que suas revistas.

Esta situação não escapou à vista dos grupos editoriais importantes, como o Nature Publishing Group (NPG), que em vez de tentar expandir seus periódicos de elite, começaram a criar periódicos especializados ou temáticos sob a mesma marca geral.

O artigo de Vincent Larivière e colegas da Universidade de Montrèal, publicado no JASIST apresenta dois temas interessantes que merecem análises separadamente.

O primeiro, do qual se falou menos, porém do ponto de vista da cienciometria é importante, é que a “ascensão social” de um artigo/autor medido pela quantidade de citações que recebe, agora requer mais esforço e mais tempo, porque para chegar ao desejado “top 5%” é necessário acumular o dobro de citações do que se requeria nas décadas anteriores.

O segundo tema, e que suscitou a maioria dos comentários e controvérsias, é sobre o suposto declínio do oligopólio internacional que manteve desde sempre os chamados periódicos de elite.

Quando o artigo foi publicado como pre-print em arXiv.org, já havia gerado alguns comentários³. Porém, tão logo o artigo foi publicado no JASIST, teve início um debate no blog do ResearchGate⁴, que desde final de março se prolongou por semanas, onde participaram pesquisadores de universidades de vários países, entre eles Rússia, República Checa, França e Estados Unidos. Se você está registrado em ResearchGate, recomendamos que leia o debate.

Porém, o mais importante: qual é sua opinião, os periódicos de elite estão em declínio?

O convidamos a compartilhar suas opiniões na sessão Comentários abaixo.

Notas

¹ LARIVIÈRE, V., LOZANO, G.A., and GINGRAS, Y. Are elite journals declining? Article first published online: 19 Nov. 2013. Available from: https://arxiv.org/ftp/arxiv/papers/1304/1304.6460.pdf

² Entrevista com Vincent Larivière. SciELO em Perspectiva. [viewed 12 May 2014]. Available from:https://blog.scielo.org/blog/2013/08/16/entrevista-com-vincent-lariviere/

³ Larivière, V. Study reveals declining influence of high impact factor journals. Phys.org. 7 November 2012. Available from: https://phys.org/news/2012-11-reveals-declining-high-impact-factor.html

⁴ Question: Do elite research journals get devaluated in the Internet age?

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Edição 14

Próximo post

Edição 15

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *