5
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

No mês em que se celebra a consciência negra, a Editora Malê preparou uma programação de lançamentos que valorizam a literatura de autoria negra brasileira e africana. Recentemente homenageada pelo google, e com seu romance, “Úrsula”, adotado em vestibulares, a vida e obra da escritora Maria Firmina dos Reis (1822-1917) vem recebendo maior interesse dos leitores.

No romance biográfico “Firmina”, Bárbara Simões apresenta o espírito precursor e o compromisso social que nortearam a vida da escritora maranhense. O lançamento ocorre no dia 26/11, às 17 horas, na Livraria da Travessa, unidade Sete de setembro, no Rio de Janeiro; no dia 29/11, às 19 horas, na Blooks Frei Caneca, em São Paulo e no dia 30/11, às 14 horas, na Livraria Quixote, em Belo Horizonte.

“Em Silêncios prescritos: estudo de romances de autoras negras brasileiras (1859-2006)”, Fernanda R. Miranda apresenta um ensaio em que analisa a pouca presença da autoria feminina negra na trajetória da literatura brasileira e a obra de oito romancistas, como Conceição Evaristo, Carolina Maria de Jesus e Marilene Felinto. O livro será lançado no Tapera, Taperá, em São Paulo, no dia 26/11, às 19 horas.

“Gosto de amora” é o título da coletânea de contos inéditos de Mário Medeiros. Pesquisador sobre a literatura negra e periférica, com artigos e livros lançados sobre este tema, Mário estreia na ficção com contos narrados por personagens negros, a partir de suas memórias, sentimentos.  Ambientados no mundo urbano, o livro divide-se em duas partes: “Histórias de Meninos”, com personagens infanto-juvenis e “Homem em Janeiro”, com histórias de experiências adultas.

Geni Guimarães, vencedora do prêmio Jabuti, em 1990, com o livro “A cor da ternura”, retorna as publicações, após um hiato de vinte anos com “O pênalti”, narrativa juvenil que aborda os laços de amizade de dois jovens irmãos e suas relações afetivas familiares. O Lançamento será no dia 21/11, às 19 horas, na Livraria Cultura – Paulista/ Conjunto Nacional, em São Paulo.

“República do Vírus” é o título do romance do escritor angolano António Quino. Neste primeiro do livro do autor lançado no Brasil, Quino narra as estratégias que líderes autoritários estabelecem para se manter no poder.  O lançamento do livro ocorre durante a Flink Sampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, que acontece de 18 a 20 de novembro, na Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo.

Serviço:

– Lançamento de O pênalti, de Geni Guimarães

21/11, às 19 horas, na Livraria Cultura. Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2073 – Cerqueira César, São Paulo.

– Lançamento de República do Vírus, de António Quino.

20/11, durante a Flink – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra.

– Lançamento de Gosto de Amora, de Mário Medeiros.

23/11, às 14 horas, no Tapera, Taperá. Av. São Luís, 187 – 2º andar, loja 29 – República, São Paulo

– Lançamento do romance Firmina, de Bárbara Simões

26/11, às 17 horas, na Livraria da Travessa. Endereço: R. Sete de Setembro, 54 – Centro, Rio de Janeiro.

29/11, às 19 horas, na Livraria Blooks. Shopping Frei Caneca.  R. Frei Caneca, 569 – 406 – Consolação, São Paulo.

30/11, às 14 horas, na Livraria Quixote. R. Fernandes Tourinho, 274 – Savassi, Belo Horizonte.

– Lançamento de Silêncios prescritos: romances de autoras negras brasileiras (1859-2006), de Fernanda R. Miranda

26/11, às 19 horas, no Tapera, Taperá. Av. São Luís, 187 – 2º andar, loja 29 – República, São Paulo

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Como em termos educacionais o 15 de novembro de 2019 reedita o 1891

Próximo post

#NovembroNegro: Ernesto Xavier fala sobre literatura e racismo no Brasil