0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Do El Heraldo                Tradução e adaptação: Chico de Paula

Aspectos como as experiências das bibliotecas e seu impacto nas comunidades, a liderança dos bibliotecários e as condições nas quais desempenham seu trabalho foram considerados – entre outros – para se realizar a seleção dos nove finalistas ao Prêmio Nacional de Bibliotecas Públicas Daniel Samper Ortega, organizado pelo Ministério da Cultura da Colômbia através da Biblioteca Nacional e da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas daquele país.

Una niña oriunda de Atánquez lee en las instalaciones de la biblioteca ‘Kankuaka’. Foto: El Heraldo
Una niña oriunda de Atánquez lee en las instalaciones de la biblioteca ‘Kankuaka’. Foto: El Heraldo

Três categorias fazem parte da seleção: bibliotecas pequenas, médias e grandes. Dentre as primeiras se encontra inscrita a Biblioteca Pública Kankuaka, localizada em Atánquez, uma das doze comunidades que forma a Reserva Indígena Kankuamo, localizada a norte de Valledupar, capital de Cesar, um dos 32 departamentos da Colômbia.

O júri desta segunda edição do Prêmio será formado pelos comunicadores Jesús Martín Barbero, Marisol Cano e Marianne Ponsford. Para a escolha dos finalistas, eles observaram variáveis como o papel que cumprem as bibliotecas como cenário para o resgate da memória e o trabalho que vêm contribuindo com jovens, crianças e a população mais vulnerável.

Sobre a ‘Kankuaka’

Dentre os programas e serviços destacados da Biblioteca Pública de Atánquez se encontra o concurso de narração – dirigido a crianças e jovens –, buscando fortalecer os espaços de transmissão oral e da cultura do povo indígena Kankuamo.

Kankuaka também conta com um programa de rádio que funciona como um espaço para divulgar as atividades da Biblioteca e, à sua vez, a tradição oral do povo.

A partir de Kankuaka, cujo coordenador e bibliotecário é Souldes Maestre – que faz parte do grupo de jovens que em seu momento consegui, junto o conselho indígena, a criação da biblioteca – surge a promoção e formação da leitura nas comunidades das vilas e aldeias adjacentes à Atánquez.

No processo de seleção foram apontados méritos excepcionais da Biblioteca como sua inclusão no plano de desenvolvimento comunitário da preservação Kankuamo para o fortalecimento das ações de leitura e escrita.

A participação dos jovens no processo pedagógico que estão à frente, desde a Biblioteca, é outro dos méritos de Kankuaka.

Através da transmissão de um programa de rádio, la biblioteca estende seu trabalho pedagógico às zonas adjacentes à Atánquez. Foto: El Heraldo.
Através da transmissão de um programa de rádio, la biblioteca estende seu trabalho pedagógico às zonas adjacentes à Atánquez. Foto: El Heraldo.

Grande parte da juventude da comunidade apoia o desenvolvimento das atividades de leitura a partir da gestão de recursos com o conselho indígena e entidades nacionais.

Os chamados “conservatórios da memória”, um espaço em que os jovens e os maiores do conselho interagem, recompilam e transmitem saberes ancestrais, são outro motivo pelo qual Kankuaka foi eleita entre as nove melhores bibliotecas públicas do país.

Sobre o povo Kankuamo

Os indígenas kankuamos habitam desde os tempos remotos a Serra Nevada de Santa Marta e têm compartilhado por anos esse território, a história ancestral e a conservação do mundo com os povos indígenas Kogui, Arhuaco e Wiwa.

Estas quatro comunidades dizem estar comprometidas em guardar o equilíbrio natural da Serra Nevada e seus próprios costumes. A tradição oral dos Kankuamos diz que eles “são os guardiões da Serra Nevada e os Kogui, Arhuaco e Wiwa representam os guardiões de sua tradição”.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Exigir leitura de 400 páginas para remir um dia de pena não viola LEP, diz TJ-RS

Próximo post

Edoc, evento sobre gestão da informação e tecnologias chega mais uma vez ao Rio

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *