7
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

A hashtag #ImpeachementBolsonaro (com grafia errada, pois o correto é “impeachment”) chegou nesse sábado (18) ao trending topic do Twitter. É a primeira vez desde a posse do presidente que o tema do impeachment aparece como o mais citado nas redes sociais, um verdadeiro termômetro para os assuntos que movimentam o país no momento.

A alta na discussão sobre tema do impeachment ganhou fôlego dias após os atos que levaram milhares de pessoas às ruas em todo o país contra os cortes na educação. Além disso, os escândalos de corrupção envolvendo o senador Flávio Bolsonaro ganharam um novo capitulo, o que parece ter contribuído para a nível de insatisfação da população.

De acordo com a reportagem da Revista Veja, um documento apresentado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro ao TJ-RJ mostra transações “suspeitas de subfaturamento nas compras e superfaturamento nas vendas”. O senador teria lucrado mais de 3 milhões nesse processo após  “simular ganhos de capital fictícios”.

Internautas recuperam twit de 2015 de Bolsonaro no qual ele trata de impeachment. Imagem: Reprodução da internet

No mesmo dia em que a população ia às ruas contra os cortes na educação, o governo publicava um decreto alterando o sistema de nomeações e concedendo à Secretaria de Governo o direito de avaliar as indicações para postos de segundo e terceiro escalão, assim como a nomeação de reitores das instituições federais de ensino superior.

Tal medida está sendo considerada como uma verdadeira violação da autonomia universitária prevista no artigo 207 da Constituição Federal e uma tentativa de estabelecer um controle ideológico sobre as universidades brasileiras e a de frear o levante nacional que contestou os cortes na educação básica e no ensino superior no dia 15 de maio.

Com a hashtag #ImpeachementBolsonaro no trending topic do Twitter, os internautas não perderam tempo e postaram o print de um twit de 2015 em que Bolsonaro diz que “o povo é soberano, quando ele pede impeachment, é por que o governo só faz meda”. “Bolsonaro quebra recorde de presidente cuja população quer impeachment mais rápido”, disse uma internauta no Twitter.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Livro com críticas à Bolsonaro será retirado de bibliotecas de São José dos Campos, SP

Próximo post

Entre acordos e acórdãos: ligações espúrias nos bastidores do poder