0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Assessoria de Comunicação da Secult-RJ

O Consulado Geral dos Estados Unidos traz para a Biblioteca Pública Estadual (BPE), de 18 de fevereiro a 31 de março, a mostra itinerante Martin Luther King – Legado & Inspiração. A exposição apresenta 15 painéis com fotos e narrativas que contam a história da vida de um dos mais importantes ativistas dos direitos civis para os negros da História mundial, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 1964. Na BPE, espaço da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a mostra ocupará o Espaço Mundo, com entrada gratuita, das 11h às 19h.

Nascido na cidade americana de Atlanta, em 15 de janeiro de 1929, Martin Luther King Jr. tornou-se pastor protestante e ativista político. Em 4 de abril de 1968, ele foi assassinado no Lorraine Motel, em Memphis, deixando um grande legado para a população.

Martin é considerado um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e no mundo, com uma campanha de não violência e de amor ao próximo.

No dia da inauguração, após a abertura da exposição no Espaço Mundo, haverá a exibição do documentário Freedom Riders (2010), do diretor Stanley Nelson, no Auditório Darcy Ribeiro. “Freedom riders” foi o nome dado aos ativistas em defesa dos direitos da população negra nos Estados Unidos, que viajaram em ônibus interestaduais para o sul do país, em grupos mistos, por seis meses no ano de 1961, para protestar contra as leis que impunham a segregação nos assentos.

Ainda em torno do tema dos direitos civis da população negra dos Estados Unidos, na sexta-feira, 19 de fevereiro, às 16h, será apresentado no auditório Darcy Ribeiro o filme Selma (2014), cinebiografia de Ava Du Vernay  sobre  Martin Luther King, premiado com o Oscar 2015 de Melhor Música. O filme acompanha as históricas marchas realizadas por Martin Luther King  e manifestantes pacifistas, em 1965, da cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana.  Toda a programação tem entrada  franca.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Paulo Freire

Próximo post

Marshall Mcluhan: o profeta da Nova Era

Sem comentários

Deixe uma resposta