0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

No próximo domingo, dia 02 de outubro, o Brasil vai as urnas escolher os candidatos que vão ser escolhidos para ocupar os cargos de vereadores e prefeitos. Com base nas leituras e consultas aos programas de governo das candidaturas municipais, o cenário que se apresenta é a urgência de colocar as bibliotecas municipais na pauta e no debate político.

Segundo dados do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), existem 6.102 bibliotecas públicas, municipais, distritais, estaduais e federais no Brasil. Sabemos que no âmbito municipal a situação das bibliotecas nem sempre é favorável, em sua grande maioria, os prefeitos sequer reconhecem a importância dos espaços de leitura para o desenvolvimento do município.

Com o intuito de analisar algumas propostas de campanha para as bibliotecas nas eleições municipais, a edição 60 da Revista Biblioo trás uma reportagem sobre livro, leitura e bibliotecas no debate político. Uma entrevista exclusiva com a bibliotecária e candidata a vereadora em São Paulo, Vera Stefanov. Em seu artigo o professor Jonathas Carvalho analisa as medidas do governo federal que buscam enxugar os gastos públicos. Por fim, a crônica, “Que corpo é esse” de Claudio Rodrigues aborda questões sobre um tipo de corpo que não tem vida.

Boa leitura!

*Publicado originalmente na edição 61 da Revista Biblioo

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

A leitura e a escrita

Próximo post

Entidades e voluntários podem ser parceiros do Conaler

Sem comentários

Deixe uma resposta