0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Talita Facchini do Publisnews

Digitalizar livros é um processo que leva algum tempo, agora imagine poder fazer isso de maneira muito mais rápida e sem precisar sequer abrir o livro. A revista Nature Communications apresentou uma tecnologia desenvolvida por pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) que permite digitalizar livros sem precisar escanear página por página. O processo, que pode ser conferido nesse vídeo, utiliza radiação tetrahertz, que passa através do papel e com uma câmera superpotente que separa as páginas em apenas 20 micrômetros, os pesquisadores conseguem olhar para pequenos objetos e detectar o que está escrito. Até agora, a tecnologia permite ler apenas nove páginas de um livro fechado, mas os pesquisadores do MIT, que assumiram a missão de “tornar o invisível visível”, estão trabalhando para que futuramente a tecnologia ajude pesquisadores a inspecionar e estudar documentos antigos e ajude o trabalho de arquivistas e bibliotecários.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Professor brasileiro tem salário 50% menor que a média mundial

Próximo post

Bibliotecas terão programa de leitura para bebês e crianças de até 4 anos

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *