0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Por Amanda Cruz da Revista Casa e Jardim do Globo

A decoração escolhida para esse novo espaço tem móveis europeus do século XVII

 

Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, inaugura um novo ambiente para seus hóspedes desfrutarem: uma biblioteca. Para trazer aos visitantes essa área de descanso e leitura, o luxuoso hotel, inaugurado em 1923 e desenvolvido pelo arquiteto francês Joseph Gire, selecionou peças garimpadas em países como Inglaterra, França, Portugal e Brasil. O mais interessante é que os móveis propõem uma viagem no tempo, com itens do século XVII até o XIX.

Muitas cores quentes, sobretudo o vermelho, estampas florais e madeira tornam o espaço acolhedor. Sob uma grandiosa mesa francesa com cadeiras de diferentes modelos, um cavalo de carrossel é o destaque no local. “Procurei móveis eruditos, cheios de classe, que contrastam com as peças inglesas. Escolhi itens muito relevantes para o espaço, onde quatro países são representados”, conta Arnaldo Danemberg, do antiquário carioca AD Chopin, que construiu cada detalhe do ambiente.

Móveis de farmácias portuguesas em pinho de riga, poltronas neoclássicas, estante giratória para livros trazida da França e feita em madeira nogueira são outros itens que enriquecem esta biblioteca. “A inspiração para montar o ambiente veio do quanto eu acredito que a leitura representa para a humanidade. Já perceberam que nesses espaços não há músicas ou barulhos? É para o homem se escutar, estar com ele mesmo”, ressalta Danemberg. O Copacabana Palace é conhecido por seu requinte e por já ter hospedado personalidades que vão desde o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva até a banda Rolling Stones.

Do hall do hotel, esta é a visão que se tem da entrada da biblioteca. Os tons quentes e a madeira deixam o local especialmente acolhedor e confortável (Foto: Divulgação)
Do hall do hotel, esta é a visão que se tem da entrada da biblioteca. Os tons quentes e a madeira deixam o local especialmente acolhedor e confortável (Foto: Divulgação)
Detalhes da grande mesa central, de origem francesa, e suas cadeiras, uma diferente da outra (Foto: Divulgação)
Detalhes da grande mesa central, de origem francesa, e suas cadeiras, uma diferente da outra (Foto: Divulgação)
Muitos quadros foram colocados nas paredes e a inspiração dos desenhos não poderia ser mais charmosa: móveis antigos (Foto: Divulgação)
Muitos quadros foram colocados nas paredes e a inspiração dos desenhos não poderia ser mais charmosa: móveis antigos (Foto: Divulgação)
Outro destaque é o cavalo de carrossel todo em madeira que fica em cima de uma grande mesa cheia de livros. As cadeiras são francesas e de modelos variados (Foto: Divulgação)
Outro destaque é o cavalo de carrossel todo em madeira que fica em cima de uma grande mesa cheia de livros. As cadeiras são francesas e de modelos variados (Foto: Divulgação)
Cadeiras francesas foram espalhadas pelo ambiente para maior conforto dos hóspedes (Foto: Divulgação)
Cadeiras francesas foram espalhadas pelo ambiente para maior conforto dos hóspedes (Foto: Divulgação)
Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Música sobre bibliotecas públicas

Próximo post

Anexo da Biblioteca Nacional

Sem comentários

Deixe uma resposta