0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Contemplando a indústria automobilística, apresentamos um breve histórico de um automóvel que marcou época e ressaltamos a possiblidade de catalogar objetos tridimensionais pelas normas da AACR2. O objeto escolhido foi um automóvel da marca Volkswagen, modelo Kombi. Não se trata apenas de um simples veículo, mas de um automóvel que marcou época e seu lugar nos registros históricos da indústria automobilística.

A Kombi, ou Perua, como é conhecida em algumas regiões do Brasil, teve seus dias de glórias e teve sua fabricação encerrada em 2014. Com os avanços da tecnologia, a Kombi não responde as exigências de segurança do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). De acordo com o mesmo, todos os veículos fabricados no país, a partir de 2014, deverão ter airbags e freios ABS, informação divulgada pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.

kombi222

Diretrizes da catalogação da Kombi

  • Ponto de acesso principal: Kombi 1940-2014

Modelo escolhido para catalogação: Kombi Luxo (1972)

  • Nesta área, sugere a entrada pelo nome do objeto e data de ínicio e encerramento de fabricação.

– Escolhido pela abreviatura do nome, forma mais conhecida no Brasil, seguido do ano de início e de encerramento da fabricação.

  • Título e indicação de responsabilidade

Inclua nesta área o nome do objeto a ser catalogado, seguido do DGM (entre colchetes), Título equivalente, responsabilidade e dados de fabricação.

– Segundo AACR2, utilizou-se como DGM: Objeto, título equivalente: Kombinatinsfahrzeug (nome do objeto em alemão), inclui como indicação de responsabilidade o engenheiro e não o criador da Kombi, Ben Pon, visando que o mesmo não foi o criador dos modelos seguintes da Kombi. Em seguida é informado os dados de fabricação e data.

Kombi Luxo

Kombi Luxo [objeto] = kombinationsfahrzeug / Engenheiro Alfred Haesner – Alemanha: Volkswagen, 1972.

Descrição física

  • Indique o número de unidades físicas ou objeto, em algarismos arábicos, seguido do objeto apropriado e outros detalhes físicos como cor e dimensões.

– Neste caso, utilizou-se para outros detalhes físicos, as orientações do item 10.5C da AACR2: “Se o(s) material(ais) não puder(em) ser mencionado(s) sucintamente, omita-o(s) ou especifique-o(s) em nota” e para dimensões a orientação do Item 10.5D1: “Quando apropriado, registre as dimensões do objeto em centímetros… se forem dadas dimensões múltiplas, registre altura x largura x profundidade.”

1 carro: color. ; 188,4 x 193,7 x 428,9 cm

Área de série

  • Registre cada indicação de série (se houver).

– Não foi atribuído uma série, pois o objeto de estudo possui em sua fabricação inúmeros modelos em linha de produção.

Notas

  • Utilize este campo para informações descritivas úteis que não podem ser colocadas em outras áreas da descrição. Quando apropriado, combine duas ou mais notas em uma única nota. Registre uma determinada nota em primeiro lugar quando for decidido que essa nota é de informação primordial.

– Neste caso, considerou-se como informação primordial a descrição do objeto, não incluídos na área de descrição física pela impossibilidade de sintetizá-lo. Também se indica um histórico apenas com informações relevantes do objeto catalogado e da série, conforme item 10.7B7 e 10.7B12.

Motor 1500L; movido a gasolina; cilindrada 1,5I; velocidade máxima 100; refrigeração a ar; potência líquida 52cv; 4 marchas; tração traseira.

       Idealizada em 1940, lançada na Alemanha em 1950. Feita sobre o chassi do Fusca, estrutura leve, do tipo monobloco e carroceria em forma de caixa, adotada tanto para transporte de carga como de passageiros. Encerrou a fabricação em 2014 por não se enquadrar aos novos padrões de segurança de airbags e freios ABS.

Ponto de acesso secundário

Ponto de acesso secundário para título, exceto quando o título for ponto de acesso principal.

FICHA CATALOGRÁFICA DA KOMBI

Kombi Luxo

     Kombi Luxo [objeto] = kombinationsfahrzeug / Engenheiro Alfred Haesner – Alemanha: Volkswagen, 1972.
1 carro: color; 188,4 x 193,7 x 428,9 cm.
Motor 1500L; movido a gasolina; cilindrada 1,5I; velocidade máxima 100; refrigeração a ar; potência líquida 52cv; 4 marchas; tração traseira.
Idealizada em 1940, lançada na Alemanha em 1950. Feita sobre o chassi do Fusca, estrutura leve, do tipo monobloco e carroceria em forma de caixa, adotada tanto para transporte de carga como de passageiros. Encerrou a fabricação em 2014 por não se enquadrar aos novos padrões de segurança de airbags e freios ABS.
1. Kombi Perua2. História da Kombi3. Indústria AutomotivaI. KombiII. Haesner, Alfred (Eng.)   III.Volkswagen.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

“Cultura Negra em foco”

Próximo post

David Bowie: conheça as principais fases e músicas do artista

Sem comentários

Deixe uma resposta