0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Diferentes motivos podem levar a imigração desde uma situação social econômica ou de guerra. Em casos de conflito os países que sofrem com este crônico problema estimulam os indivíduos a sair do país. Se sair do país de origem para outro é motivo de apreensão para o imigrante, a chegada também não é mais amistosa ou fácil. Preconceito, discriminação e a não-apreensão da cultura torna a adaptação demorada e difícil. Oportunidades de estudo e emprego permanecem relegadas aos residentes no país e ao imigrante é relegado quando possível outras as ocupações. Sendo uma situação complexa para ser definida: diversas causas colaboram para ações imigratórias; e afirmar, categoricamente, que tal motivo é determinante, seria um erro.

Sendo a guerra uma realidade em diversos locais do Oriente Médio, África, América Central, América Latina ou Ásia, torna-se difícil para muitas famílias a permanência no país de origem. A imigração transforma-se em opção e países como: Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Brasil, Espanha e França são opções para os imigrantes. Mesmo que não haja guerras, mas miséria, desemprego ou violência, a opção de imigrar é encarada como uma possível solução para diversos grupos e uma saída para uma situação de instabilidade ou miséria.

 Leia o texto completo na edição 52 da Revista Biblioo. Clique aqui e adquira em nossa loja virtual.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Gabriela Bazan Pedrão

Próximo post

A crise bate a porta

2 Comentários

  1. Katia
    3 de maio de 2016 a 12:59 —

    Coloca uma foto Renatinho!!! kkkk

  2. Renato
    25 de agosto de 2016 a 12:34 —

    : )

Deixe uma resposta