0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Do site bibliotecas.ba.gov.br.

Com temas sobre cultura, educação e política, o programa Biblioteca no Ar, transmitido durante todas as terças-feiras na Biblioteca Juracy Magalhães Júnior em Itaparica – unidade vinculada à Fundação Pedro Calmon/ Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – é referência de atração radiofônica para o público local e de municípios adjacentes. Há três anos no ar, pela emissora de rádio comunitária Tupinambá FM 87.9, o programa ganhou um formato diferenciado, com a presença de auditório, em abril deste ano. Sob a direção do apresentador Yulo Cézzar.

“O programa tem uma diversidade de temas muito grande: falamos sobre música, poesia, literatura, história da Bahia e daqui de Itaparica, além de assuntos sociais que permeiam nossa sociedade”, conta Yulo. Ele enxerga que o diferencial do Biblioteca no Ar é a participação dinâmica com o seu auditório, que sempre conta com voluntários da plateia para cantar, recitar poesias e opinar sobre os assuntos discutidos. “A gente tem que dar voz às pessoas, permitindo que elas tenham suas próprias vozes, seus próprios pensamentos. Temos conseguido fazer a comunidade se expressar”, acredita o apresentador.

O programa acontece das 15h às 16h e visa atingir todos os ouvintes DE Itaparica e adjacências, mas é o público estudantil que geralmente marca presença no estúdio. Em algumas oportunidades, alunos de colégios públicos de Itaparica, Vera Cruz e até de Nazaré das Farinhas se reúnem para participar da plateia. Estima-se que o programa já alcançou, nos últimos sete meses, cerca de 800 pessoas.

Debates reflexivos e entrevistas com autoridades e artistas são peculiaridades que o Biblioteca no Ar traz para entreter e informar sua audiência. O programa já recebeu a escritora e atriz Maria Prado de Oliveira, o diretor geral da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo, a diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fernanda Tourinho, dentre outros convidados. No quesito musicalidade, Tico Estrela, Caron e Estela Lhourhanny são exemplos de cantores locais que já animaram a população.

As bibliotecas públicas integram o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, gerido pela Fundação Pedro Calmon – Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA). O Sistema é composto por seis bibliotecas públicas estaduais localizadas em Salvador, sendo uma delas a Biblioteca de Extensão com duas unidades móveis, uma no município de Itaparica e uma biblioteca virtual especializada na história da Bahia (Biblioteca Virtual Consuelo Pondé), além de uma Casa de Cultura, no município de Lençóis. O Sistema também presta assistência técnica para mais de 450 bibliotecas municipais, comunitárias e pontos de leitura, além de cursos de capacitação para os funcionários destas unidades.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Quem são as mulheres da literatura marginal/periférica?

Próximo post

CFB divulga resultado do seu processo eleitoral

Sem comentários

Deixe uma resposta