7
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

“Livros não mudam o mundo,

quem muda o mundo são as pessoas.

Os livros só mudam as pessoas” (Mario Quintana)

Em julho de 2019 foi entregue à comunidade rural de Sambaíba (localizada em Miguel Alves, município de cerca de 33 mil habitantes localizado no norte do estado do Piauí), a biblioteca do projeto “Biblioteca de Taipa” na Escola Municipal Nossa Senhora da Conceição.

O projeto teve início em 2014, com o Grupo Lumens (formado por algumas amigas de diversas áreas do conhecimento). Em 2016, tomei ciência do projeto e entrevistei uma das organizadoras deste lindo projeto, a bibliotecária Flaviane Tajra.

Vista do interior da Biblioteca de Taipa. Foto: Divulgação / Facebook

Desde então acompanhei através das redes sociais o Grupo, o projeto com arrecadações de livros e diversas outras atividades lúdicas/pedagógicas realizadas com as crianças da comunidade em datas comemorativas como: Páscoa, Dia das crianças, Natal etc.

Neste meio tempo, o grupo realizou campanha de financiamento coletivo no Kictante (plataforma de crowdfunding), com o objetivo de arrecadar fundos para finalizar as obras da biblioteca, conseguindo pouco mais de 1 mil reais. A comunidade também foi fundamental para a construção da mesma, pois colaborou com a mão de obra.

Coroando o maravilhoso trabalho desempenhado, em 2017 o Grupo Lumens ganhou o Prêmio Piauí de Inclusão Social, uma iniciativa do Grupo Meio Norte de Comunicação (GMNC) em parceria com o Governo do Estado do Piauí.

Vista do interior da Biblioteca de Taipa. Foto: Divulgação / Facebook

Recentemente, eu soube que, após a seleção das obras doadas, o acervo da Biblioteca de Taipa conta com um pouco mais de mil obras de literatura infanto-juvenil e alguns jogos educativos que irão contribuir muito para o desenvolvimento das crianças da escola e dos jovens e adultos da comunidade Sambaíba.

Tais doações irão complementar os estudos adquiridos naquela escola rural. Os benefícios da leitura e de jogos educativos são: ampliar o conhecimento geral, acrescentar habilidades lingüísticas, facilitar a oralidade e a escrita, aumentar o vocabulário, melhorar a concentração, desenvolver o repertório, estimular a criatividade, além emocionar e causar impacto, mudando a vida, ligando o senso crítico e dando prazer.

Nestes tempos de crise econômica/política/ética que a sociedade brasileira atravessa, a notícia da inauguração desta biblioteca alegrou o meu coração, pois foi plantada a semente da leitura através da união e da amizade deste grupo.

Integrantes do Grupo Lumens que desenvolve o projeto da Biblioteca de Taipa:. Fonte: Divulgação / Facebook

Projetos como estes nos fazem mostrar que podemos transformar o futuro de muitas crianças e quem sabe podemos construir uma sociedade mais informada. Como disse a jornalista e escritora Isa Colli:

“A leitura abre a mente e amplia os horizontes. Quando isso é feito na primeira infância, tudo acontece de uma forma muito mais natural e prazerosa. E é essa geração de leitores que poderá transformar o mundo através da Educação e do Conhecimento. Tenho absoluta convicção disso”.

Parabéns ao Grupo Lumens, à Professora Juliana e à comunidade rural de Sambaíba pela conquista da realização do sonho da Biblioteca, a quem desejamos vida longa e próspera.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Encarceramento em massa: a lógica de investir mais em cadeia que em educação

Próximo post

A vida imita a arte?