Autor do Arquivo

Da Redação

mm

Biblioo - Cultura Informacional

“Epistemologias Negras: relações raciais na biblioteconomia” busca utilizar suas escritas e reflexões como forma de luta contra o que os autores têm chamado de “epistemicídio” dentro da biblioteconomia

A decisão foi anunciada hoje (5) pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco)

A Casa Libre e Santa Rita da Cassia programou a “Tarde digital” para o dia 12 de julho, sexta-feira, quando reunirá autores, editores e leitores

“É um espaço para valorizar a produção de mulheres em toda sua diversidade e das questões raciais, negros, árabes, imigrantes, africanos, indígenas, ciganos, quilombolas”, diz sua idealizadora

A meta é R$ 59 mil, sendo que até o fechamento dessa matéria tinham sido arrecadados R$ 6.840,00. As contribuições podem ser feitas por qualquer pessoa a depender da condição de cada um

As qualidades venenosas desses livros foram detectadas pela realização de uma série de análises de fluorescência de raios X

A decisão foi uma punição às denúncias de antissemitismo, racismo e misoginia que pairam sobre o pai da biblioteconomia moderna

A informação está no Anuário Brasileiro da Educação Básica 2019 publicado hoje (25) pelo Todos Pela Educação e a Editora Moderna

Entre as convidadas confirmadas estão Cidinha da Silva, Eliana Alves Cruz, Igiaba Scego, Futhi Ntshingila, Mirta Portillo, Porsha, entre outras

Os textos irão compor um livro que será lançado no Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação (CBBD) em outubro