0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Observando a realidade dos profissionais da informação, aqui especificamente o bibliotecário, constato que estamos sofrendo mudanças no que se refere ao desenvolvimento de nossas atividades e as “novas” habilidades que temos que adquirir para que possamos nos manter atuantes e inovadores de modo a gerenciar melhor nosso trabalho.

Com os avanços das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), exige-se de nós uma familiaridade no uso de novas ferramentas de buscas e gerenciamento das informações, bem como utilizar as redes sociais como um marketing para as unidades de informação, para atraírem novos usuários, divulgar serviços e novas aquisições, como também ter um canal de comunicação direto com o cliente, realizar o atendimento de referência virtual, estar mais próximo e aberto as suas opiniões e sugestões e mostrar que o bibliotecário não é aquela pessoa que “toma conta da biblioteca” e/ou “guarda livros”. Diante deste novo cenário, é exigido do bibliotecário aperfeiçoar seus conhecimentos técnicos de tratamento e disponibilização da informação independente do tipo de suporte.

Características fundamentais e essenciais ao profissional 

A experiência profissional aliada com criatividade, trabalho em equipe, espírito de liderança, visão sistêmica, saber inovar, para atender as exigências e superar as expectativas de seus usuários, são algumas características que considero fundamentais e essenciais ao profissional para a realização de um trabalho com qualidade e com diferencial.

Se nós conseguirmos agregar as nossas atividades diárias aos benefícios da tecnologia e desenvolver novas competências e habilidades, acompanharemos as necessidades do mercado e criaremos novos ambientes e relações humanas nas bibliotecas.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Carlos Alberto Ferreira Café

Próximo post

Na onda dos e-books

Sem comentários

Deixe uma resposta