0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Instalada em setembro do ano passado, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) foi criada para investigar os ataques cibernéticos que atentam contra a democracia e a utilização de perfis falsos para influenciar os resultados das eleições em 2018.

A prática de cyberbullying sobre os usuários mais vulneráveis da rede de computadores e sobre agentes públicos, o aliciamento e a orientação de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio também estão entre os objetos de investigação da CPMI.

Presidida pelo senador Ângelo Coronel (PSD-BA), a Comissão tem como relatora a deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA), nossa entrevistada nessa live transmitida pelos canais da Biblioo nesta segunda-feira (08).

A deputada tem um logo histórico de militância política, tendo sido, entre outras coisas, deputada na Assembleia Nacional Constituinte, senadora e prefeita de Salvador. Começou sua trajetória no movimento estudantil, tendo sido eleita a primeira mulher presidente do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal da Bahia em 1980.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

É possível reprojetar o futuro?

Próximo post

Ações estratégicas para a universalização das bibliotecas escolares no Brasil