0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Do G1 de Sorocaba e Jundiaí

O alagamento provocado pelas fortes chuvas que atingiram Itatiba (SP) entre os dias 10 e 11 deste mês comprometeu 90% do acervo da Biblioteca Municipal Chico Leme. O prédio, que fica anexo ao Mercado Municipal, foi invadido pela água na cidade que foi uma das mais prejudicadas pelo temporal na região de Jundiaí (SP).

De acordo com a prefeitura, a água chegou a atingir a marca de 1,5 metro de altura dentro da biblioteca. Cerca de 60 mil livros foram perdidos, além de mesas, cadeiras, armários e  equipamentos de informática, como computadores, impressoras e os registros de cadastramento do acervo e dos usuários. Segundo estimativa da prefeitura, o prejuízo total é calculado em R$ 600 mil.

Apesar dos estragos, as obras raras da biblioteca não foram danificadas, já que haviam sido levadas para o Arquivo Municipal antes da chuva junto com coleções de jornais antigos.

O acervo perdido são livros e catálogos, que poderão ser adquiridos novamente. “Todos os esforços estão sendo feitos para minimizar essas perdas, mas não temos previsão para a reabertura da Biblioteca Chico Leme ao público”, comentou o Secretário de Cultura e Turismo, Luis Soares de Camargo.

foto 1

Alagamento compromete 90% de acervo em biblioteca de Itatiba (Foto: Prefeitura de Itatiba/Divulgação)

Equipes da secretaria trabalharam na limpeza do prédio e na seleção dos livros que ainda podem ser utilizados. Os livros não afetados serão levados provisoriamente para uma sala do Museu Municipal onde serão recadastrados.

Outro ponto cultural que sofreu com o alagamento causado pela chuva foi o Parque Luís Latorre. A várzea natural do ribeirão Jacaré foi a primeira a ficar inundada.

A força da água levou alambrados e afetou a pista de caminhada e caminhos internos. O prejuízo é calculado em R$ 100 mil. O parque continua aberto à população. Não há data para a realização dos reparos.

Estado de emergência
A chuva vem castigando Itatiba sem dar trégua. O primeiro temporal, que caiu no dia 7 de março ainda tem reflexos na cidade. Entretanto, novamente o volume de água que caiu nesta segunda-feira (14) fez mais estragos: uma ponte cedeu e uma das principais avenidas ficou alagada.

foto 2De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, é a terceira estrutura com problemas devido ao mau tempo em menos de um mês.A prefeitura decretou estado de emergência no município.

A chuva também afetou o atendimento no Ambulatório Central de Especialiades do SUS, que foi alagado.

Durante o domingo (13), um mutirão de funcionários e voluntários ajudou a limpar toda a lama que cobria todo piso e balcões do local. Vários equipamentos, remédios e vacinas foram perdidos.

A suspeita é que o temporal tenha deixado, inclusive, vítimas na cidade. Dois homens foram encontrados mortos em áreas alagadas após a forte chuva. Uma das vítimas foi sepultada no sábado (12).

foto 3

Funcionários fizeram limpeza no bairro (Foto: Prefeitura de Itatiba/Divulgação)

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

Um grupo de bibliotecários e seu trabalho de Hércules

Próximo post

Para estimular leitura, empresária usa própria loja para troca de livros na PB

Sem comentários

Deixe uma resposta