0
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

A LER – Salão Carioca do Livro chega a sua 3ª edição com uma vasta programação. Ao longo dos quatro dias o público terá acesso totalmente gratuito a oficinas, conversas, saraus, contação de histórias, intervenções poéticas, peças teatrais, exposições, homenagens e bate-papos com renomados autores.

Dos quadrinhos à poesia; dos manuscritos aos digitais; dos clássicos às publicações de vanguarda. Gêneros, gostos e pontos-de-vista diferentes se cruzam e dialogam harmoniosamente pela LER, encantando a todos os presentes que chegarem ao Campo de Santana e à Biblioteca-Parque do Estado, no Centro do Rio, onde o evento será realizado.

A última edição da LER foi realizada na Biblioteca-Parque Estadual, aonde participaram 345 autores, 35 editoras e livrarias, com centenas de atividades e atrações paralelas dirigidas para a literatura, educação, música e teatro, por onde circularam mais de 112 mil pessoas de diferentes faixas etárias.

O público prestigiou escritores e editores na LER 2018. Foto: Chico de Paula / Agência Biblioo

Na Biblioteca-Parque do Estado (BPE) estão programadas várias atividades como “Café do Livro Sesc”, a “Esquina do Autor”, o “Salão SEBRAE de inovações”, além de oficinas, palestras e saraus. Para receber o evento, a faixada da BPE recebeu um decoração especial que imita as lombadas de livros dispostas em uma estante.

“Um evento criado para elevar a paixão pela leitura desde a infância até a fase adulta, 100% interativo, que reúne todos os agentes da cadeia produtiva do livro no universo da Economia Criativa e fortalece os micros, pequenos e médios empresários do setor, trazendo e trocando conhecimentos”, diz o chamado do evento.

Clique aqui e confira a programação completa.

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comentários

Comentários

Postagem anterior

#NovembroNegro: Ernesto Xavier fala sobre literatura e racismo no Brasil

Próximo post

Salão Carioca do Livro se consolida como importante atividade cultural do Rio