1
Compartilhamentos
Redefinição de Impressão Google+

Continuando a série de paper sobre organismos internacionais que atuam na área da Biblioteconomia, nesta edição, abordarei sobre a American Library Association (ALA), suas diretrizes e documentos  para serviços e produtos das bibliotecas.

Fundada em 06 de outubro de 1876, durante a Exposição do Centenário, na Filadélfia, a ALA tem como missão proporcionar o desenvolvimento, promoção e melhoria da biblioteca e serviços de informação e da profissão de bibliotecário, a fim de melhorar a aprendizagem e garantir o acesso à informação para todos. ALA é composta por onze associações internas, com responsabilidade de proporcionar educação continuada, prêmios, bolsas de estudo, eventos científicos  e estimular redes de colaboração e partilha. Cada divisão ocupa-se com temáticas, especialidades e funções distintas.

A Associação de Tecnologia da Informação e Biblioteca (LITA) estuda o impacto e a integração das tecnologias na informação e no ambiente da biblioteca. Publica a revista “Information Technology and Libraries” e promove conferências anuais.

A Associação Americana de Bibliotecários Escolares (AASL) tem como missão defender a excelência, facilitar a mudança, desenvolver líderes no campo da biblioteca escolar e colaborar para a preparação dos alunos para aprendizagem ao longo da vida, interesse pela leitura e o uso das tecnologias da informação. Dentre as diretrizes estabelecidas encontramos: “Normas AASL para Aluno do Século21”, que enfoca sobre a importância da tecnologia e da aprendizagem baseada em evidências e “Melhores Sites de Ensino e Aprendizagem”, lista das melhores ferramentas para apoio ao ensino e aprendizagem.

A Associação para o Serviço de Biblioteca para Crianças (ALSC) oferece uma variedade de publicações sobre ferramentas e a Internet 2.0, para apoiar os bibliotecários em seu trabalho diário.

Com responsabilidade sobre os serviços técnicos, a Associação para Coleções e Serviços Técnicos de Bibliotecas (ALCTS) tem uma vasta lista de publicações destinada a coleção, catalogação e preservação de documentos nas bibliotecas.

Associação de Pesquisas e Bibliotecas Universitárias (ACRL) dedica-se a melhorar a capacidade da biblioteca acadêmica e dos profissionais da informação, visando atender as necessidades de informação da comunidade de ensino superior e para melhorar a ensino, pesquisa e extensão. Em 2000 foi publicado as “Normas para Competências Informacionais para o Ensino Superior”, com capítulo destinado as literacias informacionais e tecnologia da informação.

Em 2009, surge uma nova voz para defender os serviços bibliotecários e o  acesso público gratuito à informação na America que é a Associação de Curadores, Advogados, Amigos de Bibliotecas e Fundações (ALTAFF).

A Associação de Bibliotecas Especiais e Agências Cooperativas (ASCLA) dedica-se a serviços bibliotecários para  populações com necessidades especiais, sejam sensoriais, físicas, psicológicas ou comportamentais. Com responsabilidade e atitude pró-ativa e inclusiva já publicou diversas diretrizes, onde destacamos “Diretrizes para Serviços e  Biblioteca para Pessoas com Doenças Mentais” e “Diretrizes para Serviços de Biblioteca e Informação para a Comunidade Surda Americana”.

Destinada a aspectos da gestão de bibliotecas, a Associação de Biblioteca para Liderança e Gestão (LLAMA) foi fundada em 1957 e possui comissões específicas por temáticas, como Seção de Edifícios e Equipamentos, Recursos Humanos, Relações Públicas e Marketing e Recursos e Desenvolvimento Financeiro.

A Associação de Bibliotecas Públicas (PLA) é uma das maiores e mais antigas seções da ALA, oferecem prêmios e subsídios a bibliotecas e bibliotecários com realizações relevantes. Publica seis números anuais da revista “Public Libraries”, além de outros documentos destinados a gestão e serviços das bibliotecas públicas.

Responsável pela assessoria aos usuários e partilha de recursos, para todos os públicos e tipos de biblioteca a Associação de Serviços a Usuários e Referência (RUSA) estabelece diretrizes para serviços eletrônicos, empréstimo entre bibliotecas, serviços de bibliotecas e de informação.

A Associação de Serviços de  Biblioteca para Jovens (YALSA) tem como missão fortalecer os serviços de biblioteca para os adolescentes, com idades entre 12 e 18 anos e publica orientações para os bibliotecários trabalharem com este público específico, tanto em bibliotecas escolares quanto em bibliotecas públicas.

Merece destaque a Comissão sobre a Situação da Mulher na Biblioteconomia (COSWL) que representa oficialmente o interesse das mulheres dentro da ALA. Seu trabalho visa melhorar as oportunidades e a imagem das mulheres na profissão, além estabelecer políticas e ações relacionadas com o estatuto das mulheres e igualdade na Biblioteconomia.

Consideramos que a ALA constitui-se uma das associações bibliotecárias mais atuantes da atualidade, com serviços e produtos relevantes e essenciais para prestação de serviços nas bibliotecas, além de grande contribuição para o profissional da Biblioteconomia. E quem estiver à procura de emprego e disposto a aventurar-se em novas oportunidades  a ALA possui o site ALAJobLIST (e também o twiiter) com informações sobre postos de trabalho e notificações sobre empregos em Biblioteconomia e Ciência da Informação, em todo mundo. Não perca tempo!

Cursos online de qualificação em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Acesse!

Comments

comments

Postagem anterior

A nova Biblioteconomia

Próximo post

Bibliotecas que receberam mais investimentos